top of page

Insolação. Como prevenir?


As estações do ano mais quentes são associadas, muitas vezes, a passeios ao ar livre, a idas à piscina e a dias inteiros na praia, mas a exposição prolongada ao calor pode ter consequências negativas, nomeadamente a insolação.


Mas o que é uma insolação? Quais os sintomas? É possível preveni-la? E o que fazer em caso de insolação? Eis as respostas.

O que é a insolação? E quais os sintomas?


Também conhecida como golpe de calor, a insolação é – tal como está descrito no site do Instituto Nacional de Emergência (INEM) – “uma situação que ocorre em consequência da exposição prolongada ao calor, mas em que os mecanismos habituais que o organismo tem para arrefecer o corpo falham, constituindo uma emergência médica”.


No mesmo texto aponta-se que quando ocorre uma insolação surgem sinais e sintomas como “dores de cabeça intensa”, “a vítima sente-se muito quente, mas não consegue transpirar”, a pele fica “muito seca e quente”, a temperatura corporal fica “acima dos 40ºC”, “a respiração pode estar rápida e o pulso parecerá forte” e “a vítima fica confusa e pode perder rapidamente a consciência”.

Como prevenir uma insolação?


Consumir “bebidas mais frescas”, usar “roupa de cor clara e solta” e evitar o sol “entre as 11h00 e as 15h00” são algumas das recomendações deixadas no site do Serviço Nacional de Saúde britânico para prevenir uma insolação ou um esgotamento devido ao calor.


Além disso, no mesmo texto recomenda-se “evitar o excesso de álcool”, “evitar exercício extremo”, fechar cortinas e janelas “se estiver mais quente fora do que em casa” e “desligar os equipamentos elétricos e as luzes que ficam quentes”.


Também no guia “Proteja-se contra o calor” publicado no site do SNS24, encontram-se algumas recomendações de medidas de proteção a adotar em caso de temperaturas elevadas cujo objetivo é “prevenir complicações potenciadas pela exposição ao calor”.

30 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page