Alergia a água: Já imaginou como seria a sua vida?


A alergia a água chama-se urticária aquagénica. É uma alergia rara e que é pouco conhecida. É mais frequente em mulheres e os primeiros sintomas costumam aparecer na adolescência.


Não se sabe qual a causa desta alergia. Existem 2 causas possíveis, que estão por confirmar:


A alergia é provocada por substâncias que estão na água, que ao entrarem através dos poros causam a resposta do sistema imunológico.

O contacto das moléculas de água com a pele cria uma substância tóxica que leva ao aparecimento dos sintomas


Os sintomas da urticária aquagénica são:


Aparecimento de babas/ manchas vermelhas na pele, com comichão e/ou sensação de queimadura. Aparecem principalmente no pescoço, braços e peito embora possam existir em qualquer zona do corpo.

O início dos sintomas acontece pouco tempo após o início de contacto com a água.

Os sintomas surgem independentemente da temperatura da água

Desaparecimento das babas/manchas 30-60 minutos após interromper o contacto com a água

Algumas pessoas podem ter sintomas quando bebem água com aparecimento de manchas/babas a volta da boca ou mesmo reação anafilática (com tosse, falta de ar, desmaio)


O diagnóstico é feito aplicando no peito uma compressa molhada em água a 35 graus. Os sintomas habitualmente começam até 15 minutos após início do contacto com a compressa molhada: aparecimento de manchas, com comichão e/ou sensação de ardor.


Não existe cura para a urticária aquagénica. No entanto é possível controlar os sintomas:

  • Reduzir o contacto com a água tanto quanto possível nomeadamente

  • Tomar duche 1-2 vezes por semana e com duração muito curta

  • Evitar banho em mar e piscina

  • Evitar exercício físico que cause muita transpiração

  • Para quem tem sintomas quando bebe água deve utilizar uma palhinha

  • Aplicar cremes de barreira ou óleos quando é previsível o contacto com a água (especialmente durante períodos de chuva ou quando é difícil evitar o contacto acidental com a água)

  • Tomar anti-histamínicos

Apesar de rara, a alergia a água existe e é muito limitativa, com grande impacto na qualidade de vida. Se existir suspeita de sintomas no contacto com a água procure ajuda com médico alergologista.

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo